Logo tv aberta
 

Curiosos e saudosistas vão à estreia de cine drive-in em São Paulo

Quem poderia imaginar que um dos efeitos colaterais da covid-19 seria a volta do drive-in?

18/06/2020 16:16:08

 Curiosos e saudosistas vão à estreia de cine drive-in em São Paulo

Quem poderia imaginar que um dos efeitos colaterais da covid-19 seria a volta do drive-in? Aquilo que só existia na fantasia dos cinéfilos mais saudosistas ou na memória dos mais antigos renasceu como opção para esses tempos de isolamento. Agora, é cada um no seu quadrado. Ou melhor, cada um no escurinho do próprio carro.

Nesta quarta-feira ocorreu a primeira sessão oficial (aberta ao público) do projeto Belas Artes Drive-in, uma parceria entre o Petra Belas Artes e o Memorial da América Latina, com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O espaço destinado à exibição dos filmes é o Memorial da América Latina, na Barra Funda.

O filme escolhido para a sessão de estreia parece uma referência aos nossos dias pandêmicos, o Apocalipse Now. Claro, não se trata de documentário filmado no Brasil dos últimos meses, mas do clássico dirigido por Francis Ford Coppola, em 1979, sobre a guerra do Vietnã.

Como nada é mais como a gente imagina, minha experiência com drive-in não foi como o próprio cinema me fez sonhar. Ao invés de um encontro romântico, tive a companhia do bravo piloto Paulo Rafael Guedes, motorista do Estadão.

Para assistir às sessões, os ingressos precisam ser comprados com antecedência, pelo site cinebelasartes.com.br e custam R$ 65 (valem para até 4 pessoas – o máximo permitido dentro de cada carro).

Chegamos ao portão 2 do Memorial da América Latina às 18 horas, uma hora antes da sessão. Outros quatro veículos já estavam aguardando. Para nossa surpresa, o primeiro carro não era de um cinéfilo desesperado. “Sou Uber. Estacionei aqui para esperar uma corrida. Agora que eu vi que formou uma fila atrás de mim. O que é?”, indagou Marcos Abel Soares, de 67 anos. Ao menos na fila de espera (já que no interior do Memorial seria proibido sair do carro para fazer entrevistas), o público parecia variado – de jovens que nunca tiveram essa experiência às pessoas que queriam reviver o cinema drive-in.

“Tive muita curiosidade. Queria saber como era essa coisa do cinema no carro”, falou a designer Yarbi Oliveira, 21 anos. “Eu já fui a um drive-in. E isso foi há muito tempo. Lembro que a gente não ia muito pelo filme, mas muito mais pela diversão”, contou a professora Maria Elisa Curti, de 67 anos.

Distância. Ao entrar no Memorial, uma equipe indica o local em que o carro deve ser estacionado. A distância entre os veículos é de 2 metros. Carros maiores são estacionados nas laterais para não prejudicar a visão de quem está atrás, com veículos mais baixos. A lotação máxima é de cem carros por sessão.

O áudio do filme vem por meio de uma estação de rádio – basta sintonizar na frequência 107, 5 FM. O som do filme dentro do carro é perfeito. E ouvir a frase clássica de Apocalipse Now direto do rádio do carro é um barato: “I love the smell of napalm in the morning (Eu adoro o cheiro de napalm pela manhã)”.

O carro da reportagem ficou na última fileira. É possível enxergar a tela e ler as legendas, mas a distância cansou um pouco a visão deste repórter (que tem 5.5 de miopia). O mais confortável seria se posicionar perto da tela, que tem 15 metros de largura por 9,5 metros de comprimento.

Dentro do espaço do Memorial da América Latina é obrigatório o uso de máscaras. Nos carros, o uso é recomendável. E qualquer emergência deve ser comunicada acionando o pisca-alerta. Para ir ao banheiro, você deve ligar o pisca-alerta e esperar um funcionário se dirigir até o carro. É ele quem vai te encaminhar ao banheiro – que só pode ser ocupado por uma pessoa de cada vez.

As sessões de junho já estão esgotadas, mas ingressos para julho continuam à disposição. Entre os filmes em cartaz estão Cinema Paradiso, 2001 – Uma Odisseia no Espaço e Pulp Fiction.

Serviço

Belas Artes Drive-In

Onde: Memorial da América Latina – Entrada pela Rua Tagipuru, s/no. - Portão 2

Quando: a partir de 17 de junho, de terça a domingo

Horários e Classificação indicativa: consulte a programação

Ingressos e combos deverão ser adquiridos antecipadamente através do site do Petra Belas Artes

Valores de Ingresso: R$65,00 para carro com até 4 pessoas

Capacidade para 100 carros por sessão

Texto extraído do site MSN.

NO FACEBOOK

PROGRAMAÇÃO

End.: Rua Cardoso de Almeida, 2269 - Perdizes - CEP: 01251-001 - São Paulo/SP - Telefone (11) 3868 - 2802 - Todos os direitos reservados - © 2012 TV Aberta São Paulo