Logo tv aberta
 

Quatro esperanças de medalha para o Brasil em 2020

Falta pouco menos de um ano para o começo das competições olímpicas de 2020, em Tóquio.

24/10/2019 13:13:56

 Quatro esperanças de medalha para o Brasil em 2020

 Falta pouco menos de um ano para o começo das competições olímpicas de 2020, em Tóquio. A cada semana, mais atletas brasileiros carimbam o passaporte para o Japão—e já podemos apontar algumas esperanças de medalhas. Na estreia do skate como esporte olímpico, o brasileiro chega fortíssimo, com grandes nomes para ambas as modalidades, park e street. Yndiara Asp, Murilo Peres e Kelvin Hoefler podem se tornar os primeiros a colocar uma medalha olímpica no peito. E no judô, David Moura será um dos destaques da delegação brasileira. Mesmo em esportes diferentes, todos eles têm uma coisa em comum: contam com o apoio da BV em suas trajetórias. Conheça mais sobre os atletas que podem levar o Brasil ao pódio olímpico.

O campeão pan-americano David Moura já conhece a sensação de brilhar no topo do pódio, e quer ainda mais. Em Tóquio, ele garante que vai buscar sua primeira medalha olímpica, tendo Flávio Canto e Aurélio Miguel como inspiração. Mas se engana quem pensa que ele está apenas esperando os Jogos: em julho, ele defenderá seu título pan-americano, em Lima e ainda este ano lutará pelo título mundial, em Tóquio. A motivação de David para enfrentar todas as competições e dificuldades da vida de atleta não vem apenas das medalhas. O campeão comanda, em Cuiabá, um polo do Instituto Reação. O projeto fundado por Flávio Canto tem David como destaque. O campeão pan-americano ensina judô para crianças e adolescentes carentes, além de colaborar com bolsas de estudos e manter uma equipe de atletas de alto rendimento. “Só quem tem um projeto social —e vê o rosto das crianças sorrindo e pedindo uma medalha— sabe. Isso nos dá forças nas horas difíceis”, conta. O skate brasileiro promete fazer bonito na estreia do esporte em Jogos Olímpicos. E uma das apostas da Seleção Brasileira na categoria street é Kelvin Hoefler, campeão do Super Crown, título máximo do importante torneio SLS. Conhecido por sua disciplina e garra nas pistas, ele garante que quer aproveitar a experiência e se divertir. “Mas nas competições temos que dar o nosso melhor. O objetivo é ganhar, claro”. Para enfrentar os melhores atletas do mundo de igual para igual, Kelvin contará com a experiência de quem já venceu nas pistas da Europa e dos Estados Unidos, superou lesões e, claro, com o apoio dos companheiros de equipe. “Me sinto muito orgulhoso em poder representar o nosso país. Nosso time está muito forte e temos chances muito grandes de conquistar medalhas”, aposta. Quem estará ao lado de Kelvin nesta empreitada é Murilo Peres, grande nome da seleção na categoria park. Só este ano, Murilo já levou para casa a etapa do STU de Santa Catarina e chegou à semifinal do Vans Park Series disputado em São Paulo. Ele conta que tem como meta pessoal chegar à Olimpíada de Tóquio e, para isso, quer “evoluir ao máximo e buscar um bom resultado”. Representando as mulheres skatistas, a catarinense Yndiara Asp está voando nas pistas. Vencedora da etapa catarinense do STU e primeira brasileira a vencer o Vans Park Series Pro Tour, ela também visa a medalha de ouro como seu objetivo em Tóquio. Para ela, toda a expectativa em torno do skate será muito benéfica para o esporte. “O skate vem crescendo bastante, está recebendo bastante visibilidade. Acho que agora ele vai atingir outros públicos e se tornar ainda mais popular”, reflete.

Texto Extraído do Site MSN.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver todas as notícias

NO FACEBOOK

PROGRAMAÇÃO

End.: Rua Cardoso de Almeida, 2269 - Perdizes - CEP: 01251-001 - São Paulo/SP - Telefone (11) 3868 - 2802 - Todos os direitos reservados - © 2012 TV Aberta São Paulo